Fechar [X]

8ª. Quota do Imposto de Renda Pessoa Física


Neste mês de novembro, vencerá o prazo para pagamento da última quota do Imposto de Renda Pessoa Física 2012/2013. O último dia para recolhimento da 8ª quota, apurada na Declaração de Ajuste Anual relativa ao ano-calendário de 2012 é o dia 29 de novembro de 2013.

O recolhimento será com acréscimo de juros SELIC de 5,16%

No DARF o código a ser utilizado é 0211.


Escritório de Contabilidade Phoenix
Refis


Foi publicada em 10 de Outubro de 2013 a Lei nº 12.865, que reabriu o parcelamento da Lei nº 11.941 de 2009 (Refis da Crise).

Poderão ser parcelados os débitos junto à Receita Federal e à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional vencidos até 30 de Novembro de 2008.

O prazo para adesão vai até o dia 31 de Dezembro de 2013.

Os débitos incluídos no parcelamento poderão ser pagos ou parcelados da seguinte forma:

I - pagos à vista, com redução de 100% (cem por cento) das multas de mora e de ofício, de 40% (quarenta por cento) das multas isoladas, de 45% (quarenta e cinco por cento) dos juros de mora e de 100% (cem por cento) sobre o valor do encargo legal;

II - parcelados em até 30 (trinta) prestações mensais e sucessivas, com redução de 90% (noventa por cento) das multas de mora e de ofício, de 35% (trinta e cinco por cento) das multas isoladas, de 40% (quarenta por cento) dos juros de mora e de 100% (cem por cento) sobre o valor do encargo legal;

III - parcelados em até 60 (sessenta) prestações mensais e sucessivas, com redução de 80% (oitenta por cento) das multas de mora e de ofício, de 30% (trinta por cento) das multas isoladas, de 35% (trinta e cinco por cento) dos juros de mora e de 100% (cem por cento) sobre o valor do encargo legal;

IV - parcelados em até 120 (cento e vinte) prestações mensais e sucessivas, com redução de 70% (setenta por cento) das multas de mora e de ofício, de 25% (vinte e cinco por cento) das multas isoladas, de 30% (trinta por cento) dos juros de mora e de 100% (cem por cento) sobre o valor do encargo legal; ou

V - parcelados em até 180 (cento e oitenta) prestações mensais e sucessivas, com redução de 60% (sessenta por cento) das multas de mora e de ofício, de 20% (vinte por cento) das multas isoladas, de 25% (vinte e cinco por cento) dos juros de mora e de 100% (cem por cento) sobre o valor do encargo legal.

Estamos a disposição para atender os contribuintes que se enquadrarem na situação acima, ou seja, apresentar débitos federais em aberto, vencidos até 30/11/2008.